Quinta-feira, 4 de Outubro de 2007

Já cá faltava a alcagoita

Já que falei dela no post da Gaja, claro que tinha de fazer o obséquio de vos falar aqui, da minha velhota.

Já vos tinha dito que eu tenho uma canita? Não? Pronto...

Entre os canários, mandarins, coelhos, rolas, chinchila, pêga (eu sei que é proibido ter uma ave destas, mas era pior se a antiga dona a abandonasse, não era? A piquena não sabe caçar, nunca esteve fora de uma gaiola, tem pânico de ficar em gaiolas grandes e como já é adulta e o mais provável era a ex-dona deixa-la morrer, nós ficámos com ela. É linda! Ladra, come amendoins como se o mundo fosse acabar naquele instante e canta cada vez que assobiamos de uma forma mais professional, tipo fiufiufiufiriririfiufiriuriuriu (tão a ver não tão? Pois..) ela chilra que nem uma louca de contente, ora continuando, fecha parentesis..)

Eu tenho uma canita rafeirinha, ela já é muito velhiiiinha, já tem bigodinho branco e tudo, sobe as escadas para o terraço a muito custo, tosse até às últimas forças quando fica eufórica e tem todas as malaquecas que uma cadela de 68 anos pode ter, mas continua com a sua personalidade forte!

Ela não é para brincadeiras..Com os seus 20/25 cm de altura e o seu latido agudo e grave (estão a ver um cão pequeno a ladrar, irritante não é, é que é mesmo assim) impõe as suas vontades a torto e a direito. Ela fala à sua maneira e quando lhe perguntamos o que foi ela responde com "gestos" e latidos (os tais irritantes). A canita não faz as necessidades em casa, é contra os seus principios, não estou a brincar, é mesmo verdade, nem que ela tenha uma grande caganeira, nem que lhe esteje prestes a rebentar o intestino, ela prefere estar a berrar ao mundo 5 minutos até alguém a atender...

Vai à rua sozinha, faz as suas necessidades e volta para casa sozinha..ahh e ladra para entrar..

Ela veio para nossa casa no mesmo dia que nós descobrimos que a nossa vizinha, que até então era a sua dona, a tinha abandonado. A cadelita tinha 1 anito nessa altura e foi reconhecida por uma alma caridosa a 1 km de casa. Sorte não foi? Escusado será dizer que a  bardajona disse que a cadela é que tinha fujido, mas que realmente não tinha condições para a ter. Claro está que ficámos com ela até hoje e espero que ainda esteje por aqui muitos mais anos!

Já tive mais cães, mas esta é a única que me resta, os outros estão a fazer de estrelinhas à noite

Agora digam todos olá à Tucha!

Olá Tucha!!!

 

Ginjokas!!


Delirado por Ginjinha às 00:01
Link do post | favorito
De deirdre a 4 de Outubro de 2007 às 09:15
OHHHH.... a Tucha é tão linda. O teu gesto foi muito bonito.... eu também não posso ver animais abandonados... dá-me um aperto no coração.... Infelizmente não podemos acolher todos....


De Ginjinha a 5 de Outubro de 2007 às 00:04
Também se me aperta o coração! Mas daqui a pouco já não há mais espacinho nenhum na casa dos meus pais, é um mini-zoo!

Ginjokas!



De Anónimo/a...pffttt! a 5 de Outubro de 2007 às 01:00
podes sempre po los na tua nova casa lol


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Ginjinha

Cuscar é aqui

 

Novembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
20
21
22
23
24

25
26
27
28
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Últimos delírios

Eu qualquer dia..

The Ginjinha show

nock nock, anybody home?

...

Pois...

Desafio número não sei qu...

Esclerose Múltipla...

Coisas do caraças..

Tempo para que te quero.....

Ai que é tão bom..

Eu já vos disse...

Nerd Alert II - Desta vez...

Vocês também acordam cans...

Hoje, a página do Sapo es...

Nem apetece por um titulo...

...

Sotão

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Cuscar é aqui

 

subscrever feeds